sexta-feira, março 22

Sem pensar no amanhã – por Vera Destefano

0

“Sou jovem pra ser velha e
Velha pra ser jovem”.
Tenho sonhos da juventude que não pude realizar.
Assim como tenho planos para uma vida cheia de aventuras, mesmo sabendo que meus passos já são mais curtos e mais lentos.
Sei que posso ter caminhado mais da metade do meu percurso, mas sei tbm que não vou desistir de assistir o último capítulo dessa história.
Mesmo que muitas dificuldades me impeçam de ser ágil, irei caminhar até o fim dessa estrada chamada vida.
Se não puder correr, irei andar e se não puder andar, irei deixar minha mente caminhar por meus pés.
Se por ventura minha mente falhar, sei que meu coração vai assumir o papel de viver todas as minhas emoções.
E quando meu corpo não responder mais a esses apelos todos, sei que será hora de partir.
Mas sei que deixarei muitas lembranças. Algumas boas, outras nem tanto. Mas tenho a certeza que todas as vezes que errei, foi tentando acertar.
Se não fui melhor, é por que não tive permissão para ser.
Deixarei ensinamentos que farão a diferença na vida de alguém.
Minhas palavras serão lembradas em algum momento.
Meu amor deixarei como marca cravada na alma de quem o recebeu, como prova do seu valor e intensidade.
Minhas mãos irão comigo, porém a sensação do carinho que elas puderam fazer, ficarão para sempre na pele e na mente de quem um dia pode sentir.
Jamais ofereci algo que não era meu ou que não pudesse entregar, portanto, todo sentimento, afeto, carinho, dedicação e afins, foram dados de forma sincera e plena.
E é assim que quero findar os meus dias. Com a certeza de caminho percorrido e de missão cumprida.
Que a vida seja bela, plena e justa.
E que chegar ao final, seja uma recompensa por ter vivido um dia de cada vez.
Vou viver o hoje, pois o amanhã ainda não me pertence.😍

Por Vera Destefano

Compartilhar.

Deixe uma resposta