Uma Semente – por Arnaldo Reis

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Deus semeou, uma semente na terra
Adubou, aguou e ficou na espera
De belos frutos e flores na primavera
Era tão bonito o que acontecia nela
Ver a vida crescer na grande esfera
     Mas, sua plantação foi invadida
     Por ervas daninhas, que destroem a vida
     E em tudo que era belo
     Foi criando-se uma ferida
    O amor ao próximo que era eterno
    Virou uma relação dividida
Ainda assim, quis o criador
Sua criação e tudo mais salvar
Não abandonou o homem
Deixando a ele a escolha de pensar
Mostrando-lhe o que era certo e errado
E o que acontecia se você fosse pro outro lado
     O homem no seu desespero, começou a andar sozinho
     Desviando-se de deus, seguindo um estranho caminho
     Para o inimigo foi presa fácil
     Como um filhote no ninho
Mas, Deus como sempre, nos olhou com carinho
Mandou seu filho para pisar em nossos espinhos
Devemos a ele então, nossa gratidão
Não podemos decepcionar quem nos estendeu a mão
Por isso meu desejo mais profundo é a salvação.

Autor: Arnaldo Reis

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp